Composição de Testomaster ela e capaz de cura a impotência sexual ? Descubra aqui

Saiba mais: Prime Male

Informações
No entanto, não há desculpa para o período de tempo que levou a Pfizer a despertar para o potencial extra de sua droga popular. Diferente do seu irmão azulzinho, Fim da impotência sexual com testomaster este produto é usado diariamente, com tempo de absorção progressivo e contínuo ao longo das 24h do dia e independente da relação sexual. É melhor não ficar envergonhado ou tímido com relação aos seus desafios de ejaculação.

A ejaculação precoce pode ser uma condição muito angustiante para os homens e pode causar angústia, frustração e fazê-los evitar a intimidade sexual “, diz o pesquisador principal, o professor W Wallace Dinsmore, do Royal Victoria Hospital, Belfast, Reino Unido. Autoinjeção Peniana: Medicamento que ao ser injetado Pelo doente na parte lateral do pênis, antes da atividade sexual, vai aumentar fluxo sanguíneo sem membros e permitir sua ereção. | Doenças Crônicas: testomaster e bom mesmo ao ser diagnosticado uma doença crônica seu médico pode esclarecer se esse problema pode afetar a saúde sexual.

Resultado de imagem para sexual impotence

Sabemos, por experiência clínica e da literatura estrangeira, que seguindo essa conduta a maioria dos pacientes melhora a potência erétil e não desenvolvem, ou demoram para o desenvolvimento, qualquer problema de impotência sexual. Nos EUA será lançado um gel transdérmico de nanopartículas de O ejaculação prematura é, muitas vezes, um desafio ao longo da vida que começa a primeira vez que uma pessoa tem relações sexuais.

O que impede o emagrecimento?

As estratégias para emagrecer são várias, mas todas costumam falhar por um mesmo motivo: a dificuldade que as pessoas têm de mudar hábitos

Conforme especialista, não planejar a alimentação também é prejudicial para quem quer perder peso
Conforme especialista, não planejar a alimentação também é prejudicial para quem quer perder peso | Foto: Pixabay / Divulgação / CP

PUBLICIDADE

Seguir uma dieta, iniciar atividades físicas ou até mesmo optar por cirurgia bariátrica. As estratégias para emagrecer são várias, mas todas costumam falhar por um mesmo motivo: a dificuldade que as pessoas têm de mudar hábitos. Construídos ao longo da vida, eles são difíceis de serem abandonados, mesmo que a pessoa tenha consciência que se trata de algo ruim para a saúde.

Saiba mais: Phytophen funciona

A estrategista de emagrecimento Mari De Chiara, uma das responsáveis pelo Afine-se, método de emagrecimento que auxilia pessoas a eliminarem peso com estratégias baseadas em mudança de comportamento, destaca que é preciso estar atento. “Já acompanhei pessoalmente centenas de casos e posso afirmar que milagres não existem quando o assunto é emagrecimento. Se a pessoa não muda hábitos nocivos, inevitavelmente, volta a engordar”, afirma.

De acordo com a especialista, alguns comportamentos boicotam a perda de peso definitiva, entre eles, dormir pouco. “Dormir bem regula os níveis de grelina e leptina, hormônios que, respectivamente, regulam a fome e a sensação de saciedade”, explica Mari De Chiara. Esses hormônios, quando desregulados, afetam o controle do peso, pois a pessoa está sempre com fome. Não ter uma rotina de sono adequada, com pelo menos 6 horas por noite, atrapalha a perda de peso. Conforme Mari, “não planejar a alimentação” também é prejudicial. “Quem não planeja as refeições, perde o controle sobre a quantidade de carboidratos, proteínas e gorduras que ingere. Uma dica para quem come em restaurantes por quilo, por exemplo, é observar o que há disponível, planejar a refeição e depois entrar na fila para pegar os alimentos. Quando a refeição é feita em casa, a dica é planejar as compras da semana. Também vale a pena escolher um prato pequeno para servir a comida”, observa.

Alinhado com o planejamento das refeições, prestar atenção ao que se come é um hábito que deve ser praticado apesar das distrações. De acordo com um estudo da Universidade de Surrey, na Inglaterra, divulgado pelo Journal of Health Psychology, manter o foco na comida durante as refeições provoca maior sensação de saciedade. “Você deve se alimentar com calma para que seu organismo entenda exatamente quando está saciado”, indica. A mastigação dos alimentos é importante no processo da alimentação.

Diferentes tipos de rugas e os melhores tratamentos

O aparecimento de rugas é queixa constante aqui na Horaios Estética. Seja na região dos olhos, lábios, pescoço ou colo, é cada vez mais comum a procura por produtos e tratamentos pra firmar a pele e amenizar os vincos profundos causados por elas.

O que pouca gente sabe, entretanto, é que existem diferentes tipos de rugas e cada uma delas deve ser prevenida e tratada de uma forma diferente. Veja abaixo as quatro categorias de rugas e identifique já a sua.

Rugas de expressão: são sinais formados por que faz muitos movimentos faciais para se comunicar e expressar suas emoções. Elas aparecem independentemente da idade e se localizam principalmente na testa, entre as sobrancelhas e ao redor dos olhos.

Rugas finas: consideradas pelos dermatologistas como pregas de nível 1, elas aparecem principalmente pela perda de colágeno natural conforme a idade vai avançando. São mais frequentes em peles claras e aparecer normalmente a partir dos 30 anos.

Rugas profundas: aparecem a partir dos 45 anos, através do envelhecimento intrínseco (geneticamente natural) e extrínseco (fatores externos, como stress, má alimentação, excesso de sol, tabagismo e álcool). A perda de colágeno é significativa nessa fase, afinando a derme e causando os indesejados vincos.

Saiba mais: Proteína asiática preço

Rugas gravitacionais: causadas principalmente pela redução das fibras colágenas e elásticas em comunhão com a flacidez de outros músculos do corpo, criando sobras de pele, inclusive na região do pescoço, mandíbula e colo. São comuns a partir dos 60 anos, mas podem aparecer de forma precoce em pessoas fumantes ou que passam horas em contato direto com o sol.

Cremes e tratamento estéticos para tratar suas rugas

Rugas finas, aquelas consideradas “nível 1” podem ser tratadas primeiramente com cremes à base de ácidos retinóico, glicólico,mandélico, alfa hidroxiácidos, hialurônico, DMAE, raffermine e tensine. Agora, se as suas rugas forem mais proeminentes, a Horaios Estética tem uma infinidade de tratamentos que podem amenizar os vincos e dar mais firmeza e viço à sua pele. Dá uma olhada nas opções:

– Fotona 4D: A técnica promove um tratamento intenso da face, combinando dois tipos de lasers, o ND Yag e o Erbium Yag. Juntas, essas tecnologias atuam na flacidez produto, no relevo, na textura e no contorno facial.

– Toxina botulínica: apesar de não ser um preenchedor facial, o botox é uma boa opção para quem precisa diminuir a aparência das rugas a curto prazo, uma vez que promove a paralisação muscular. É recomendada para mulheres a partir dos 30 anos.

-Radiofrequência multibipolar: estimula a produção de colágeno, resultando em uma pele mais firme em pouco tempo.

– Skinbooster: aplicação de ácido hialurônico através de agulhas bem fininhas, com a intenção de preencher as rugas e rejuvenescer a aparência do rosto.

– Fios de sustentação facial: a aplicação de fios de ácido poliláticos são indicadas para pessoas com flacidez de nível inicial ou intermediário ou para quem precisa estimular a produção de colágeno e diminuir a flacidez causadora de rugas.

– Subincisão: indicada para quem sofre com rugas em grau avançado. A cirurgia rompe os septos fibrosos – divisões fibrosas entre os compartimentos de gordura, que puxam a superfície da pele para baixo e geram as rugas e vincos profundos.

– Lifting sem cirurgia: conhecido como “Sutura Silhouette”, o lifting sem cirurgia é indicado para quem sofre com flacidez facial e corporal em grau leve a moderado e pode ser realizado a partir dos 30 anos, idade em que a produção natural de colágeno começa a diminuir.

Todos esses tratamentos serão oferecidos pela Horaios Estética. Entre em contato e agende sua visita para que, em parceria com o nosso time de especialistas, você escolha o procedimento mais indicado pra você.

Trate os pés ressecados com remédios caseiros e esfoliantes naturais

Diferentemente do que acontece no resto do corpo, a pele dos nossos pés é naturalmente seca. Isso acontece porque ali não possuímos glândulas que produzem oleosidade e, por esse motivo, há centenas de milhares de glândulas sudoríparas para manter os pés hidratados. Como sempre tentamos evitar que o nosso pé fique suado, é comum que fiquemos com os pés ressecados.

pés-ressecados
Manter os pés sempre hidratados é a melhor prevenção para evitar o ressecamento. Foto: iStock, Getty Images

Hidratação previne os pés ressecados
Condições médicas como diabetes ou pé de atleta também podem contribuir para os pés ressecados. Seja qual for a origem, manter o pé hidratado regularmente é fundamental para que essa situação não se agrave.

A intensidade do ressecamento nos pés pode variar bastante e, em alguns casos, pode se converter em rachaduras ou até em infecção. Antes de tudo, deve-se evitar coçar ou esfregar esses locais. Para suavizar a pele e dar adeus aos pés rachados, há uma série de métodos naturais que você pode tentar na sua própria casa. Conheça alguns deles:

Leia também: pés ressecados

Acabe com os pés ressecados com receitas caseiras
1. Esfoliar com açúcar

Para acabar com os pés ressecados, combine partes iguais de azeite e açúcar mascavo,fazendo um esfoliante caseiro. Use as mãos para esfregar a mistura em todo o pé, focando seus esforços principalmente nos calcanhares e quaisquer outros lugares que estão mais ressecados.

Massageie os pés vigorosamente por aproximadamente 10 a 15 minutos e depois lave a mistura completamente com água fria. Depois é só secar os pés completamente e partir para o próximo passo.

2. Hidratar com mel

Esfoliar os seus pés é o primeiro passo para suavizar a pele, pois assim fica mais fácil para ela absorver as substâncias do mel. Para esta segunda etapa, adicione uma xícara de mel para um litro de água morna e mergulhe os pés por 10 a 15 minutos.

Se os seus pés estão extremamente secos, você pode aguardar ainda mais tempo. As enzimas naturais do mel podem ajudar a acelerar a cura e devolver a umidade de sua pele. Além disso, este banho para pés ressecados irá melhorar a circulação. Uma das causas da pele mais seca nos pés é justamente a má circulação.

3. Proteger com vaselina

A vaselina é um ótimo hidratante. Aqui, ela será usada para garantir uma melhora na textura dos pés ressecados. Aplique uma camada generosa de vaselina em seus pés, massageando bem entre os dedos e sobretudo nos calcanhares e na parte de cima dos pés.

A vaselina hidrata os e sela a umidade dentro da pele, promovendo, assim, a cicatrização no caso de haver alguma rachadura. Você pode colocar um par de meias para que não esorregue ao caminhar. Faça isso antes de ir para a cama e pela manhã. Para potencializar o efeito, aplique o seu hidratante tradicional.

Conheça os 5 principais elementos que definem uma pele saudável

Um estilo de vida saudável e um cuidado correto podem melhorar e prolongar a saúde da sua pele, além de resultar em uma aparência luminosa. Para isso, existem os ingredientes naturais para cuidar e hidratar a pele para que ela fique sempre bonita e saudável.

Elementos presentes em uma pele saudável
O segredo? São estes cinco elementos vitais: vitamina, proteína, antioxidante, lipídio e enzima. Saiba mais sobre cada um a seguir.

Lipídio: É uma molécula orgânica hidrofóbica. Ele cria uma barreira protetora, reduzindo a perda de água transepidermal mantendo a pele hidratada e prevenindo o ressecamento.

Antioxidante: Combate os radicais livres prevenindo a degradação de colágeno e elastina. Por isso, ajuda a proteger a pele dos danos causados por fatores externos como a poluição e a exposição ao sol em excesso.

Proteína: Têm propriedade de retenção de água e reforçam a barreira protetora da pele. Assim, é um componente-chave para uma pele saudável.

Leia também: Dicas para pele saudável

Vitamina: Elementos como as vitaminas E, B6, B3 e B1 fazem parte de uma pele saudável. A vitamina E tem ação antioxidante e papel fundamental em processos anti-inflamatórios. Já a vitamina B6 auxilia no metabolismo de proteínas e gorduras; a vitamina B3 ajuda a manter a saúde da pele, da boca e dos olhos; e a vitamina B1 é essencial para o suprimento energético celular.

Enzima: importante para a esfoliação da pele, além de potencializar os resultados.

Como obter esses ingredientes?
AVEENO® tem uma linha completa de sabonetes líquidos e hidratantes que contam a tecnologia ACTIVE NATURALS® que preserva os cinco elementos vitais para uma pele saudável. Todos os produtos são formulados com a aveia coloidal – esta aveia finamente moída é proveniente de um processo de moagem especial que assegura elevados padrões de qualidade. Esse processo garante que os efeitos hidratante e calmante da aveia sejam preservados, tornando o produto ideal para o alívio da pele seca, extrasseca e delicada.

Problemas de pele na gravidez

Conheça os problemas de pele mais comuns na gravidez

Durante a gestação, o corpo da mulher sofre mudanças fisiológicas importantes, que vão desde alterações metabólicas e hormonais até vasculares, todos com tendência a desaparecer após o parto. Em conteúdo divulgado no Simpósio RADLA, maior evento de Dermatologia da América Latina, a dermatologista Dra. Ediléia Bagatin afirma que essas mudanças acontecem por uma série de fatores. Um deles é o crescimento da atividade de glândulas como hipófise, tireoide e adrenais, ocasionando a ampliação dos níveis de cortisona.

Leia também: Problemas de pele como tratar

Além disso, durante a gravidez, há um aumento expressivo na produção de proteínas e hormônios como a progesterona e estrogênio. Juntas, todas essas mudanças podem impactar de maneira negativa a vida da gestante, ocasionando queda de cabelos, piora da acne, surgimento de melasmas, etc.

Pelos, unhas e cabelos

Enquanto algumas mulheres vibram porque os cabelos ficam mais volumosos e brilhantes durante a gestação, outra grande parcela percebe uma redução significativa dos fios devido à queda. “A gravidez acarreta uma perda de moderada a intensa nos primeiros cinco meses de gestação. Mas o quadro se reverte rapidamente no pós-parto e tem excelente prognóstico”, afirma a dermatologista.

No caso dos pelos, a quantidade pode aumentar, especialmente no início da gestação. Pernas, buço, sobrancelha, axilas, virilha: as grávidas conseguem perceber facilmente a multiplicação dos pelos nessas regiões. Isso acontece graças ao crescimento na produção de hormônios andrógenos (masculinos) pelo ovário.

Já as unhas, que tendem a crescer mais durante este período, também podem sofrer alterações como desprendimentos, surgimento de manchas brancas e até ressecamento. “Por isso, deve-se evitar o uso de cosméticos para as unhas, que podem causar mais danos”, finaliza a Dra. Ediléia.

Melasmas

Manchas escuras na pele, conhecidas como melasmas, costumam aparecer (ou piorar) em mulheres grávidas, especialmente no rosto. O melasma costuma surgir na segunda metade da gravidez e pode atingir até 75% das mulheres. Este problema de pele tende a regredir espontaneamente até um ano após o parto.

Sua causa é desconhecida, mas é determinada por predisposição genética e relacionada diretamente à exposição solar. A dermatologista Dra. Juliana Nakano explica que a melhor forma de prevenir o surgimento do melasma é usar filtro solar diariamente. “Lembrando que o filtro precisa ser utilizado não somente para o sol, mas em qualquer situação de calor, mormaço ou lâmpadas muito quentes. Outra orientação é que as grávidas reapliquem o filtro, já que passando o produto somente pela manhã não é suficiente”, lembra.

Aumento da acne

O médico dermatologista Dr. Marco Rocha lembra que cerca de 20% das mulheres adultas têm acne e que as alterações fisiológicas que ocorrem na gestação podem agravar ainda mais o aparecimento destas lesões na pele. “Um estudo francês demonstrou que mais de 50% das pacientes com acne na gestação apresentavam o subtipo persistente da doença (aquele presente desde a adolescência) e que em cerca de 60% delas a acne piorou na gravidez”, enumera o especialista também em apresentação para o RADLA.

Assim como em fases anteriores da vida, a acne durante a gravidez surge principalmente na face, pescoço e tronco – regiões com maior incidência das glândulas sebáceas. Para tratar a acne durante a gravidez, a recomendação é não usar substâncias como antibióticos, por exemplo, devido ao aumento de resistência bacteriana.

Cremes ou peelings químicos à base de ácido retinóico também devem ser evitados no decorrer da gestação. “A conduta ideal da acne na gestação é o início precoce do tratamento e a avaliação, juntamente com o obstetra, da necessidade do uso de medicações sistêmicas em casos selecionados”, completa o dermatologista. Para ajudar com a acne na gravidez, a dica é lavar a pele com sabão neutro, usar hidratante com textura não oleosa e, de preferência, que já tenha proteção solar, além de evitar ao máximo o uso de maquiagem.

Quais tratamentos combatem e acabam com a flacidez?

Leia também: Flacidez causas

Você fecha a boca, faz uma reeducação alimentar, consegue emagrecer e… Fica com a pele flácida. Nem sempre a academia resolve e acaba com a flacidez depois de uma dieta. Ela é resultado da falta de colágeno e elastina da pele que deixam seu corpo sem tonicidade. Ou seja, ele fica todo molengo e pouco definido, mas isso não quer dizer que a dieta deu errado. Quando a pele fica mais flácida, devemos levar em conta a idade, o cardápio que estamos fazendo, o excesso de exposição ao sol, a genética e outros fatores que contribuem para a falta de firmeza na pele.

A flacidez atinge a região abdominal, o bumbum, as pernas, o rosto e o pescoço, principalmente. E mesmo quem faz exercícios físicos pode apresentar um grau de flacidez, se a questão é genética. Tudo isso é importante na hora de conversar com um médico dermatologista para saber qual o procedimento mais indicado para o seu caso. Sim, é preciso tratar a situação e resolver o problema. Afinal, quem não quer ter um corpo durinho, firme e com a pele toda tonificada? Mas esse processo todo não é fácil e exige persistência na hora de escolher e realizar o tratamento mais adequado.

Quais tratamentos combatem e acabam com a flacidez?
Quais tratamentos combatem e acabam com a flacidez?
Uma vez a única saída para a flacidez era a cirurgia plástica. Hoje, graças ao avanço da medicina, existem aparelhos que ajudam na eficácia de poderosos tratamentos contra a flacidez. A primeira dica é cuidar da alimentação. Existem ingredientes ricos em colágeno que fortalecem o cardápio e ajudam a turbinar a pele, como a gelatina, clara de ovo e as próprias balas de colágeno, vendidas em farmácias de manipulação. Para adaptar esses alimentos a sua dieta, procure um nutricionista. Depois, a dica é mesmo seguir para a academia e tentar fazer exercícios que tonificam a pele.

Junto com a alimentação e a academia, você deve investir em tratamentos estéticos desenvolvidos pela medicina para combater a flacidez. Um dos mais vantajosos é o aparelho de radiofrequência, que emite ondas eletromagnéticas na área de aplicação e faz um aquecimento no local, promovendo o estímulo da produção de colágeno. A temperatura pode chegar até os 42 graus e deve ser feito por fisioterapeutas ou médicos, que controlam o calor. Não é recomendado mais de 10 aplicações na mesma região por ano, porque isso pode, sim, queimar uma camada da pele, piorando a situação. Esse calor aumenta a circulação sanguínea, que ajuda a amenizar a flacidez e combater o problema.

Há também o tratamento feito com laser Infravermelho, que consegue alcançar uma camada profunda da pele e estimula o aumento da produção de colágeno na pele, ajudando a firmar as camadas e, por consequência, deixando a região com mais elasticidade. Pode ser aplicada por um esteticista que tenha o curso ou um fisioterapeuta.

Na mesma linha está o ultrassom, que dispara ondas ultrassônicas e causam uma certa fisgada interna na pele. São mais de 10 mil disparos que ajudam a estimular o colágeno da pele nas camadas mais profundas. O tratamento leva cerca de 10 semanas para dar resultado e ajuda a amenizar o visual da pele, principalmente do bumbum e do rosto.

Assaduras e cremes para assaduras

Oláááá, vamos falar de um problema que causa muita dor de cabeça nas mamães: assaduras. O que fazer quando seu bebê, aquele ser tão fofinho e indefeso chora de dor porque está com assadura?
Independente da causa, os bebês sofrem muito com isso e muitas vezes os pais não sabem o que fazer. Vou indicar aqui 4 métodos e uma receitinha caseira que fizeram muuuuuita diferença quando passei por esses momentos com meu baby. Gostaria de dizer que NÃO ESTOU GANHANDO NADA PARA INDICAR ESSES PRODUTOS ABAIXO. Não é propaganda, é experiência que reparto e espero ajudar. Se você clicar em qualquer anúncio ( esses quadradinhos abaixo das postagens) da página estará me ajudando, porém nada que indico nas minhas postagens é pago, compartilho porque acredito ou uso. Então segue algumas dicas:

A primeira dica é não abafar a área: deixe a fralda de seu bebê aberta o máximo de tempo possível, aproveite os momentos de soninho de seu filho.
Outra dica é evitar usar lenços umedecidos: prefira lavar em água corrente sem sabão e sem esfregar muito, pois se a assadura estiver crônica seu bebê sentirá muito ardor ao entrar em contato com a água. Se sair ou estiver na rua, limpe com algodão embebido em água.
Seque sem esfregar, com uma fralda de pano bem macia apenas encostando, porém seque bem, pois a umidade só piora a situação.

Leia também: Hipoglós preço

Quando se tem uma assadura, pomadas comuns contra assaduras não fazem efeito pois só servem para evitar tê-las. Depois que estão instaladas é preciso tratar. Uma pomada muito boa que posso indicar e que também é usada em cima de tatuagens novas para ajudar na cicatrização é a conhecida Bepantol, que agora é Bepantol Baby ( antes era uma Bepantol só para tudo, agora existe Bepantol Baby e Bepantol Derma). Ela é ótima e também serve para usar diariamente nas trocas de fraldas mesmo sem assaduras.
como-tratar-assaduras-em-bebes-www.boadeconversa.blogspot.com.br

Outra é a Nistatina com Óxido de Zinco, que os médicos só costumam receitar em casos onde há pequenas “bolinhas” ou “fungos”, porém usei e recomendo pela rapidez com que costuma resolver os casos de assaduras. Quando o bebê dormir, limpe adequadamente com algodão molhado, seque delicadamente e aplique uma generosa camada dessa pomada. O resultado é visível!
Eu indico, a da marca Medley, por ser de embalagem plástica, assim você aproveita todo o produto da bisnaga, existem outras marcas que também são de embalagem plástica, então pergunte antes de comprar, pois não costuma vir especificado na caixa.
como-tratar-assaduras-em-bebes-www.boadeconversa.blogspot.com.br

Vamos falar da Cavilon Creme Barreira. Essa não é muito conhecida e foi indicada pelo dermatologista. Como o próprio nome diz, ela forma uma barreira que impede o xixi ou cocô de entrar em contato diretamente com a assadura e não precisa aplicar a cada limpeza, pois ela é resistente a algumas trocas de fraldas. Porém, tenho que confessar que eu passava cada vez que limpava o baby. Ela é transparente e não fica aquela crosta branca na pele como algumas pomadas comuns que grudam e ficam com uma aparência feia, ela forma uma película protetora que só usando pra saber! É barata? Não, o preço é um pouco maior do que as outras citadas anteriormente, porém vale a pena cada centavo pago quando se vê resultado.
como-tratar-assaduras-em-bebes-www.boadeconversa.blogspot.com.br

Ainda tem uma receitinha caseira dada pela dermato: maizena, isso mesmo, a boa e velha maizena. Ela absorve a umidade e deixa a pele do seu bebê sequinha por mais tempo, porém para tirar só mesmo embaixo da água corrente, porque com algodão é necessário esfregar muito e isso pode acabar piorando o caso. No meu caso, experimentei sim, foi bom, mas preferi as pomadas. O resultado com as pomadas, no estado em que se encontravam as assaduras do meu bebê senti que foi melhor.
Experimentei também um óleo chamado Dersani, que foi muito bom também.
como-tratar-assaduras-em-bebes-www.boadeconversa.blogspot.com.br
Usei tudo isso, mas valeu a pena. E se seu bebê está passando por esse momento também vale a pena experimentar. Tenho certeza que você verá resultados. Escolha aquele mais adequado ao seu bolso, mas se escolher a bepantol é bom alternar com outra pomada que indiquei.
Então é isso, espero ter ajudado!! Se gostou, compartilhe a página com uma amiga ou volte aqui quando quiser para ler ou comentar. Até mais!!!♥

Descubra como acabar de vez com as olheiras

Má circulação do sangue e herança genética são as causas das incômodas manchas escuras embaixo dos olhos

Tratamentos estéticos e cremes podem amenizar o problema, mas não curar.

Nem só o cansaço, falta de sono e momentos intensos de choro podem causar as olheiras. Este problema que tanto incomoda as mulheres (e também os homens) vai muito além e pode ser causado pela má circulação sanguínea, herança genética e até mesmo ocasionado pelo acúmulo de melanina na região da derme – uma das camadas da pele.

Segundo a dermatologista Vanessa Zagne, não há uma cura definitiva para as olheiras mas, sim, soluções para amenizar seu aspecto escuro. Tratamentos com laser e aplicações com ácidos estão entre os procedimentos mais procurados para clarear a região abaixo dos olhos.

Outra opção, menos agressiva, é o uso de cremes especializados, indicados sempre por dermatologistas. Para quem não quer ou não pode fazer o nenhum destes tratamentos, a recomendação é apostar nos truques da boa e velha maquiagem. Uma leve camada de corretivo ou base já camufla facilmente as olheiras: basta saber o tom ideal e aplicar da forma correta.

Leia também: Tratamento para olheira

Principais causas
É comum que alergias como sinusite e rinite provoquem coceiras nos olhos e, por conta disso, o esfrega-esfrega em excesso pode causar a dilatação dos vasos sanguíneos. Esta é uma das principais causas do aparecimento das olheiras, especialmente aquelas que deixam o local arroxeado.

A dilatação destes pequenos vasos sanguíneos também acontece quando a mulher está próxima a menstruar ou grávida. Fatores externos como consumo excessivo de bebidas alcoólicas e tabaco podem agravar o problema, deixando a pele abaixo dos olhos cada vez mais escuro e, consequentemente, mais difícil de tratar.

O formato dos olhos e o avanço da idade também podem causar o aparecimento de olheiras, mesmo para quem não nasceu com elas. “Com o envelhecimento, a pele fica mais flácida e fina, podendo aparecer também bolsinhas de gordura”, explica a dermatologista.

Tipos de olheiras
Engana-se quem acha que só existe um tipo de olheiras: elas podem ser mais leves ou intensas e, os tratamentos adequados, dependem da tonalidade do escurecimento desta região do rosto.

A especialista explica que, de maneira geral, as olheiras em tons de marrom são causadas devido ao depósito de melanina – pigmento que dá cor à pele. Já aquelas em cor mais arroxeada e azulada são provocadas do cansaço, estresse, poucas horas de sono e a já citada dilatação dos vasos sanguíneos.

Disfarce as olheiras com a maquiagem
O corretivo colorido é ideal para camuflar as olheiras. Se as olheiras não forem muito escuras, uma boa base com um corretivo de cor natural, já consegue garantir um efeito neutro. Se forem mais marcadas, a dica é manter o make sempre à mão e conversar com um dermatologista para analisar os eventuais tratamentos possíveis.

Os produtos de cor laranja e amarelo camuflam as manchas escuras e devem ser aplicados depois do primer, com leves batidinhas com os dedos. Os corretivos em tom de laranja são indicados para pele morena à negra: por ser mais pigmentado, ele consegue escolher melhor as olheiras roxo-acinzentadas. Os produtos em cor amarela são bastante usados para olheiras mais roxas e têm bom efeito em tons de pele que vai de clara à média.

Para cobrir completamente as olheiras, após a aplicação do corretivo,, é importante finalizar a maquiagem normalmente, aplicando a base e um corretivo de um tom abaixo àquele da pele, por cima do colorido. Sempre com batidinhas para não retirar o produto.

Receitas caseiras
Quem nunca ouviu falar de receitas que podem ser feitas em casa para combater as olheiras? Compressas com chá de camomila, erva-doce, chá verde, água de coco e leite podem amenizar estas manchas escuras abaixo dos olhos. Para potencializar os resultados, estas compressas devem estar geladas e, ao esquentar, devem ser reaplicados em temperatura mais fria.

Uma alimentação saudável no dia a dia pode ajudar a prevenir e combater as olheiras. Nutrientes como Ômega 3, por exemplo, evitam o processo de dilatação dos vasos sanguíneos e podem ser encontrados em peixes como atum e salmão. As vitaminas E, C e K também evitam as bolsas inchadas abaixo dos olhos, clareiam as olheiras e melhoram a circulação sanguínea, respectivamente.

Hoje, também é possível encontrar cremes conhecidos como medicamentos tópicos domiciliares que contém substâncias que ajudam no combate às olheiras. Entre eles, produtos à base de cafeína, vitamina K, vitamina C, os ácidos tioglicólico e kójico. Mas antes de usar, a dermatologista Vanessa Zagne faz um alerta: “o ideal é combinar este medicamento com procedimentos no consultório médico e procurar dermatologistas especializados nesse tipo de problema”.

Tratamentos mais intensos
Abaixo, conheça três tratamentos que devem ser realizados com a ajuda de um profissional da área e que possuem uma ação mais eficaz no combate às tão temidas olheiras:

Peeling químico: são aplicações de ácidos, que amenizam as manchas escuras por induzir a produção de colágeno – proteína que deixa o músculo mais firme.

Ácido hialurônico: muito utilizado por dermatologistas e cirurgiões plásticos para o tratamento das rugas, o preenchimento facial, é também um bom aliado para acabar com os olhos fundos. Melhora o aspecto deprimido da região da pálpebra inferior e de olhos fundos, diminuindo a sombra e desta forma a área fica mais iluminada.

Laser: como o tratamento não é definitivo, o ideal é fazer de 4 a 5 sessões ao ano. Existem diversos tipos de laser e sua escolha vai depender das características da olheira, se leve ou intensa. Ele emite um pulso de energia ultra-rápido causando uma onda de choque que quebra o pigmento.

Ganhei da minha mãe algumas sessões de drenagem linfática e me apaixonei pelo resultado. Como não consigo bancar as futuras sessões da drenagem, resolvi me virar sozinha em casa e descobri o gel redutor para o corpo da D’água Natural.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Comprei na Perfumaria Sumirê e paguei R$ 26,00. Achei o preço ótimo, pois ele vem 750g e uso bem pouco a cada aplicação. Pode ser usado uma vez ao dia nas coxas, barriga e glúteos, porém não deve ser usado com nenhuma fonte de calor como cinta, na natação, ao sol e na sauna. Não mancha a roupa e dá a sensação de gelado na pele por aproximadamente 30 minutos. Sua função é reduzir medidas, aliviar a flacidez e celulite. O banho só pode ser tomado após 2 horas da aplicação e pode ser usado antes de atividades físicas.

Leia também: Womax Gel Lipo reclamações

Durante a primeira aplicação, estranhei bastante o quanto ele deixa a pele gelada, mas no segundo dia já estava gostando da sensação e percebi o quanto ele é bom, pois esfria mesmo! Não tem cheiro forte e não deixa cheiro na roupa.

Leia também: Kifina funciona

Não tenho celulite, mas em apenas 3 dias de uso notei uma grande diferença na parte interior das coxas, onde tenho uma gordurinha localizada, senti minha pele mais firme e com menos flacidez. O produto promete resultado após 30 dias de uso, mas as massagens que estou fazendo estão antecipando meu resultado. Abaixo estão os vídeos que me ensinaram a fazer a drenagem linfática caseira, vale a pena assistir!

Leia também: Phytophen funciona